Bolas de Pelos em Gatos: cuidados e prevenção – Pet Friends World

Bolas de Pelos em Gatos: cuidados e prevenção

Março 08, 2020
Dr.ª Patrícia Azevedo
Médica Veterinária

As bolas de pelos nos gatos são uma situação frequente e normal. No entanto, podem causar desconforto e até problemas mais graves, caso não sejam eliminadas. Saiba como prevenir esta situação no seu felino.

 

O que são bolas de pelos nos gatos?

As bolas de pelo nos gatos, ou tricobezoares (nome científico) são o resultado de mistura de pelo, saliva e em alguns casos suco gástrico e alimentos.

As bolas de pelo nos gatos formam-se devido ao seu hábito de higiene em estarem constantemente a limparem-se com a sua língua áspera. O que acaba por remover alguns pelos que acabam por ser engolidos pelo seu felino.

As bolas de pelos nos gatos são uma situação perfeitamente normal. O seu organismo está preparado para eliminar estes pelos de uma forma natural, sem causar problemas, através das fezes.

No entanto, na primavera e outono quando a queda de pelo dos gatos ocorre com maior intensidade, pode acontecer que a quantidade de pelo que o felino ingere seja superior.

E, dessa forma o gato não os consegue expulsar podendo gerar problemas de saúde. Também é mais frequente que estes problemas ocorram em gatos de pelo comprido.

 

bolas de pelos em gatos - cuidados e prevenção

 

Bolas de pelos nos gatos – Problemas que podem surgir no seu felino

Caso o seu gato não consiga expelir as bolas de pelo, podem surgir problemas como vómitos frequentes ou obstruções intestinais.

 

1- Vómitos

Se o felino não consegue eliminar as bolas de pelo naturalmente através das fezes o gato pode começar a vomitar para expelir os pelos acumulados. O gato pode vomitar secreções com a presença de pelos ou ter várias tentativas de vómito, por vezes, parecendo que está a tossir ou engasgado.

Se o seu gato vomitar, ou tossir de uma forma persistente, pode ser um sinal de que não está a conseguir eliminar as bolas de pelo. Porém, estes sintomas podem ser também sinal de outra doença, por isso, deve sempre levar o seu felino a uma consulta no médico veterinário.

Se a causa dos vómitos for a presença de bolas de pelo, o veterinário pode recomendar a administração de pasta de malte para ajudar na eliminação das bolas.

Caso os vómitos sejam muito frequentes os gatos podem desenvolver uma gastrite, inflamação do estômago, podendo ser necessário o tratamento desta inflamação através de protetores gástricos e uma dieta adequada.

 

2- Obstrução intestinal

A obstrução intestinal caracteriza-se por uma acumulação de bolas de pelo no intestino do gato que leva a um bloqueio do transito intestinal impedindo que este consiga defecar. Estes casos o gato pode apresentar ausência de fezes, dor, anorexia (deixar de comer) ou comer menos do que o normal, vómitos, entre outros sintomas.

O gato deve ser de imediato levado ao médico veterinário pois em casos mais graves o intestino pode sofrer uma rutura e colocar em risco a vida do felino.

O tratamento da obstrução intestinal depende da gravidade. Inicialmente o médico veterinário irá fazer radiografias abdominais ou outros exames complementares que considere necessários, para confirmar a presença do bloqueio.

Em casos mais ligeiros, a pasta de malte e outros laxantes podem ser prescritos de forma a acelerar o transito intestinal levando à expulsão das bolas de pelo. Noutros casos mais graves pode ser necessário intervenção cirúrgica para remoção.

 

bolas de pelos em gatos - cuidados e prevenção

Como prevenir as bolas de pelo nos gatos?

Uma vez que, as bolas de pelo nos gatos, podem causar tantos problemas de saúde nos nossos felinos, devemos tomar algumas medidas para impedir a sua formação e favorecer a sua eliminação.

1- Escovagem

Escovar o seu gato diariamente, principalmente durante o período de troca de pelo, ajuda a diminuir a quantidade de pelo morto, solto, na superfície. Assim, quando o gato fizer a sua higiene diária, irá ingerir menor quantidade de pelo.

 

2-Tosquia

Em caso do seu gato ter o pelo longo, a tosquia também pode ser uma opção, especialmente no verão, diminuindo também assim a quantidade de pelo que o gato vai ingerir.

 

3- Alimentação rica em fibra

Uma alimentação com mais fibra, ajuda a que o intestino do seu felino funcione corretamente e dessa forma, ajuda no seu trabalho de expulsão do pelo acumulado.

 

4- Desparasitações em dia

Se o seu gato sentir prurido, comichão, provocado por parasitas externos, é normal que se lamba mais, ingerindo maior quantidade de pelo.

Assim, manter a desparasitação externa em dia, é uma medida a ter em consideração para diminuir o risco do gato não conseguir eliminar as bolas de pelo, e também por outras razões de saúde.

 

5- Evitar o stress

Quando está sob stress ou ansiosos com alguma situação, os felinos tendem a lamberem-se excessivamente.

É difícil impedir que o gato fique ansioso, no entanto, é possível estar a atento a qualquer comportamento estereotipado, como o lamber-se compulsivamente, e consultar o médico veterinário de imediato.

bolas de pelos em gatos - cuidados e prevenção

 

6- Pasta de malte

A pasta de malte é uma pasta semelhante ao mel, no entanto com odor e sabor a peixe, de forma a torna-lo mais palatável para o felino.

Esta pasta contém óleos de peixe, gorduras vegetais, fibra, leveduras para além do malte. E tem como propriedades promover a digestão e um efeito laxante que ajuda o gato a eliminar as bolas de pelo.

Quando o gato está a tentar expelir bolas de pelo sem conseguir, pode ser tomado durante 3 dias seguidos, e como prevenção pode ser administrado semanalmente.

No entanto, a dosagem para o seu gato e a frequência com que deve administrado o produto, deve ser sempre recomendado pelo médico veterinário assistente.

Carrinho de compras
Produto adicionado ao carrinho com sucesso. Vêr carrinho de compras

Subscreva a nossa newsletter!

Receba todas as novidades e artigos do nosso blog!


    WhatsApp