Alimentação do Cão em Diferentes Etapas da Vida – Pet Friends World

Alimentação do Cão em Diferentes Etapas da Vida

Março 27, 2020
Dr.ª Patrícia Azevedo
Médica Veterinária

A alimentação do cão em diferentes etapas da vida deve ser adaptada às suas necessidades em cada etapa. Consequentemente, deve procurar um alimento específico para cada uma destas fases.

Em cada fase da sua vida (cachorro, adulto e sénior) as necessidades calóricas e nutricionais são diferentes.

A alimentação tem um papel fundamental na prevenção de patologias, estimula o sistema imunitário, e é crucial para um bom desenvolvimento do animal.

Existem inúmeras rações, formuladas de forma a conseguir atender a todas as necessidades específicas do seu cão individualmente.

Neste artigo vamos ajudá-lo a perceber que tipo de alimentos o seu cão deve comer e a que idades a alimentação deve mudar.

alimentação do cão em diferentes etapas da vida

Tipos de Alimentação

Existem diversos tipos de alimentos para cães, como ração, comida húmida, comida de pessoas (que deve ser evitada). Mais ainda, dentro destas ainda existem inúmeros tipos de alimento, tendo em conta várias caraterísticas: idade do cão, caraterísticas fisiológicas, patologias, porte, entre outros.

Por isso, se torna tão difícil acertar na escolha da alimentação do cão em diferentes etapas da vida dando o mais adequado para o seu cão.

No entanto, a melhor alimentação para o seu cão é sempre um alimento adequado à espécie, e nunca outra.

Relembramos que também não é adequado dar comida de gato ao cão.

 

1- Ração

A ração, é talvez, hoje em dia, o alimento mais frequente dado aos animais de estimação, pelo menos, como alimento principal, pois tem vários benefícios, tanto para o tutor como para o animal, como o facto de ser prática e fazer pouca sujidade.

alimentação do cão em diferentes etapas da vida

2- Alimento húmido

Os alimentos húmidos podem ser encontrados em mousse ou semi-húmido, normalmente em saquetas. São alimentos com maior teor em água, mais apetecíveis e facilmente aceites pelo seu cão devido facilidade em mastigar.

Este alimento pode ser dado em exclusivo ou misturada com a ração.

 

3- Alimentação caseira

Existem algumas dietas que o tutor pode fazer em casa. Porém, para além de ser muito trabalhoso e demorado, é necessário que esteja muito bem informado.

É necessário selecionar quais os ingredientes que vai cozinhar para o seu melhor amigo.

Este tipo de dieta é o mais difícil de se fazer e requer um grande conhecimento e acompanhamento por médicos veterinários especialistas em nutrição animal.

 

Alimentação vs. Etapas da vida

1- Cachorro

Numa fase inicial da sua vida, o cachorro alimenta-se apenas através do leite materno. Principalmente até às primeiras 72 horas de vida é muito importante para o seu desenvolvimento.

Este leite denominado por colostro que tem uma função importante na imunidade do animal, sendo assim, que recebe as suas primeiras “defesas”.

Os cachorros são dependentes até, aproximadamente, 1 mês de idade, altura em que os seus dentes já começaram a nascer e começam a demonstrar interesse pela comida da sua mãe.

Nesta fase de vida começa a ocorrer a transição do leite para alimentação seca, de uma forma gradual, e pode durar até cerca de 3 a 4 semanas.

Numa primeira fase do desmame, existem alimentos húmidos específicos para que os cachorros se sintam atraídos por esse alimento.

São formuladas com uma consistência fácil de ingerir, sem ser necessário mastigar, e vão-se habituando a um sabor diferente do leite.

Quando já estão familiarizados com este tipo de alimento húmido, é possível fazer uma transição de alimento húmido para cachorro para um alimento sólido. Ou seja, uma ração de cachorro adequado à sua idade, que pode ser amolecida com água morna e/ou misturada com o alimento húmido.

A partir dos dois meses os cachorros já se começam a alimentar exclusivamente de alimento seco (ração) e devem fazer uma ração apropriada para a sua idade (cachorro) e para o seu porte.

A ração de cachorro pode ser mantida até cerca de 1 ano idade, salvo alguma indicação do seu médico veterinário.

Numa fase inicial de transição de leite para o alimento a frequência com que deve alimentar o seu cachorro é maior, variando entre cerca de 5 a 6 refeições diárias, com pequenas porções.

Mais tarde, o cachorro deve habituar-se a comer 2 refeições diárias.

 

alimentação do cão em diferentes etapas da vida

2- Adulto

Dependendo do porte do animal, podem atingir a fase adulta em diferentes idades, nomeadamente cães de porte pequeno podem atingir a fase adulta aos 6 meses, enquanto raças grandes podem só atingir a maturidade com cerca de 24 meses.

É importante ter em consideração estes fatores quando se pondera fazer a transição de ração de cachorro para uma de adulto.

Animais, que ainda estão em fase de crescimento devem manter-se com uma alimentação de cachorro, para que o seu sistema musculosquelético se desenvolva total e corretamente.

Passando para um alimento de cães adultos, o objetivo deve ser manter o equilíbrio entre a ingestão de nutrientes suficientes relativamente à atividade do animal e o excesso de peso e obesidade. Problema muito frequente nos cães hoje em dia.

Para além das rações fisiológicas também existem rações especificas para determinadas patologias, que normalmente são prescritas pelo seu médico veterinário em determinadas situações de doença.

Na idade adulta os cães devem comer entre 1 a 2 refeições diárias.

alimentação do cão em diferentes etapas da vida

3- Sénior

A idade a partir do qual os animais são considerados séniores pode variar, mais uma vez, com o seu porte. Sendo que os cães de porte pequeno atingem a idade sénior mais tarde, e os cães de porte grande, mais cedo.

No entanto, em média um cão é considerado sénior a partir dos seus 7 a 8 anos de idade, sendo nesta idade que começam a demonstrar sinais de envelhecimento e o seu desempenho diminui ligeiramente, tornando-se menos ativos.

Existem também alimentos adequados às necessidades de cães séniores, tendo em conta as alterações que ocorrem no organismo do animal, em especial a diminuição do metabolismo que leva a que tenham maior tendência para engordar.

A saúde dental do cão também pode ser um fator que condiciona o tipo do alimento do cão, pois é comum que nesta idade comecem a desenvolver problemas dentários e perda de dentes que torne mais difícil a ingestão de alimentos secos. Nesta situação a mistura de ração com alimentação húmida ou alimentos húmidos em exclusivo podem ser benéficas para o cão.

 

Desta forma, relembramos que é preciso ter em conta a alimentação do cão em diferentes etapas da vida e aconselhar-se sempre com um médico veterinário qual a ração mais indicada para o seu cão!

Carrinho de compras
Produto adicionado ao carrinho com sucesso. Vêr carrinho de compras

Subscreva a nossa newsletter!

Receba todas as novidades e artigos do nosso blog!


    WhatsApp